João Penca e Seus Miquinhos Amestrados

22 22+00:00 maio 22+00:00 2013
João Penca e Seus Miquinhos Amestrados

Algumas das músicas mais famosas da banda foram Calúnias (Telma, Eu Não Sou Gay), Lágrimas de Crocodilo, Romance em Alto Mar, Matinê no Rian (tema de abertura da novela ‘O Sexo dos Anjos’ em 1989), Papa Umama e S.O.S. Miquinhos.

O Grupo João Penca e Seus Miquinhos Amestrados foi formada nos anos 70, inicialmente com o nome Zoo, mas foi em 1982 que surgiram para o estrelato acompanhando o cantor Eduardo Dusek.

O bom humor era uma das características principais, bem como as roupas e topetes dos anos 50 (inspirados em astros do Rockabilly, como Elvis Presley e Chuck Berry). Além do trio de vocalistas: Selvagem Big Abreu, Bob Gallo, e Avellar Love, o grupo teve como um de seus integrantes o cantor Léo Jaime, que logo saiu para fazer carreira solo.

A banda também criou a abertura do programa Milk Shake, que era apresentado por Angélica na extintaTV Manchete. Em 1996 o grupo gravou uma versão do Hino do Clube Atlético Mineiro para um CD que foi lançado pela revista Placar.

Ao longo dos anos 80, fizeram parcerias com alguns cantores voltados pro público infantil, como Xuxa e Mara Maravilha e também estrelaram o filme juvenil ‘Lua de Cristal’, junto com Xuxa, Sérgio Mallandro e grande elenco.

Os músicos eram uma turma de amigos do Leblon, que formaram a banda no início da década de 80, com o nome mais ridículo que conseguiram pensar e dentro do espírito irreverente que caracteriza o carioca.

Eram nove: Bob Gallo, Avellar Love, Léo Jaime, Selvagem Big Abreu, Leandro Verdeal, Cláudio Killer (irmão de Bob Gallo, que morreu em 1983 envenenado por gás no banheiro), Del Rosa, Guilherme Hully Gully e Mimi Erótico.

Da segunda metade da década de 90 até meados de 2007 a banda esteve inativa. Chegaram a ter a música Sol, Som, Surf e Sal na novela ‘Três Irmãs’(2008), que havia sido gravada anos antes mas nunca lançada.

Em dezembro de 2009 fizeram um show no Circo Voador (Rio de Janeiro) de gravação do 1° DVD, mas poucas semanas depois a banda voltou a se desfazer e o projeto foi arquivado.
Cantando No Banheiro – Na época Eduardo Dusek estava numa fase rock com temas engraçados, daí os Miquinhos participaram de seu disco Cantando no Banheiro (de grande sucesso) e do disco seguinte, Brega Chique, que também teve participação dos Paralamas do Sucesso.

Em 1983 lançaram o disco “Os Maiores Sucessos de…” (que na verdade não era uma coletânea) e depois mais 5 discos: “Okay My Gay” (1986), “Além da Alienação” (1988), “Sucesso do Inconsciente” (1989), “Cem Anos de Rock ’n Roll” (1991) e “A Festa dos Micos” (1993, coletânea ao vivo, 1° CD da banda). Em 2000 saiu uma coletânea em CD da série “Hot 20”.

Deixe um comentário